cre2

Neste texto de reflexão sobre a Mensagem da Cruz, quero compartilhar convosco algumas considerações sobre o processo da salvação. Na cruz do Calvário, Jesus consumou o plano para o resgate dos seres humanos, possibilitando o acesso destes à vida e morada eterna com Ele. Assim, a salvação está disponível para os que desejarem ser salvos.
Se a salvação está disponível, o que é necessário ser feito para obtê-la? Foi isso que certo carcereiro perguntou a Paulo e Silas, servos do Senhor (Atos 16.30). Prontamente, a resposta dada por eles foi: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (Atos 16.31). Eis aí a primeira resposta à pergunta feita: é necessário crer em Jesus Cristo. Entenda-se este “crer”, não apenas como o simples ato de acreditar. É preciso crer com o coração (Romanos 10.10a). Muito mais que isso, é necessário confessar com a boca, pois “com a boca se faz confissão para salvação” (Romanos 10.10b). O ato da confissão para salvação se dá quando o indivíduo reconhece que é pecador e crê que Jesus é o Senhor e Salvador da sua alma. Vejamos alguns exemplos bíblicos de pessoas que creram, confessaram com a boca e alcançaram graça para a salvação.
Malfeitor crucificado – Lucas 23.32-43 – Esse homem, identificado na Bíblia como “malfeitor”, reconhece seus erros e confessa, quando diz que ele e o outro malfeitor, também crucificado ao lado de Jesus, estavam sendo condenados porque os atos deles mereciam. Outro tipo de confissão para salvação feita por ele foi reconhecer que Jesus era Senhor, tinha um reino e era poderoso para levá-lo para Si. A resposta de Jesus aos seus comentários e pedido foi: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso” (v. 43). Este creu, confessou e foi salvo.
Filho pródigo – Lucas 15.11-32 – O pai da parábola do Filho Pródigo é a representação do Senhor. Já os filhos, representam os seres humanos no relacionamento com o Pai celestial. O mais novo dos filhos, ao pedir a parte da herança, que, segundo ele, lhe cabia, saiu da presença do pai para viver dissolutamente. Após sofrer muito, reconhece ter errado e decide confessar seu erro. Em momento de grande reflexão, disse: “Levantar-me-ei e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti. Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus trabalhadores” (vv. 18 e 19). O pedido de perdão, após o reconhecimento do erro, levou aquele homem, que reconheceu a bondade do pai, ser recebido em casa com uma grande festa.
O publicano – Lucas 18.9-14 – Nas orações do fariseu e do publicano vemos uma importante lição sobre arrependimento e confissão. O que Jesus disse aos que o ouviam, foi que o publicano, após orar ao Senhor, desceu para sua casa, justificado. A justificação deste se deu pelo fato de ele ter reconhecido sua condição de pecador e confessado. Eis as suas palavras: “Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!” (v. 13b). Quem busca ser justificado dos seus erros, precisa se aproximar de Deus reconhecendo ser pecador.
Zaqueu – Lucas 19.1-10 – Eis mais um personagem que reconheceu o senhorio de Jesus. Após refletir sobre sua situação, ele manifestou intenção de restituir quadruplicado a quem tivesse defraudado. É importante notar que no texto bíblico que narra a história, a fala de Jesus dizendo “hoje, veio salvação a esta casa”, é proferida apenas depois da ação do publicano em ter reconhecido sua situação de pecador.
Eis mais uma vez o ponto chave desta reflexão: a salvação de Deus é liberada para o homem mediante o reconhecimento deste de que é pecador, da confissão de seus pecados e da aceitação de que Jesus é o único que pode salvá-lo. A Bíblia diz que “se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1-9). Se você deseja ser salvo, a oportunidade é agora! Se já creu no coração, publique com sua boca, pois “com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” (Romanos 10.10).
 

 

Facebook

Login

Contatos

Para maiores informações, por favor, entre em contato:

 O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 (21) 2413-5000
Rua Artur Rios, 805 - Augusto Vasconcelos, RJ. 

Rádio RADIO ADAV - On Line

Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Augusto Vasconcelos